jan 17, 2015 / por Ricardo Ventura / Nenhum comentário

Água Mole em Pedra Dura!

Sabe como uma empresa sólida quebra, assim como está acontecendo com a Petrobras?
Sabe como uma pessoa tem as coronárias entupidas até ter um enfarte?
Sabe como um casamento acaba de uma “hora” pra outra?
Sabe como nossos resultados vão diminuindo até se tornarem ridículos?
Sabe como uma formiga engole um elefante?

Para todas estas perguntas teremos a mesma resposta: um pouquinho de cada vez!
Quando fazemos uma retirada ou um acréscimo de modo sistêmico (mesmo sendo poucas gramas), podemos criar, em pouco tempo, o maior buraco ou a maior montanha do mundo!
Uma torneira pingando, esvazia uma caixa d’água de 500 litros em menos de 10 dias!

Ou subestimamos o tamanho monstruoso de onde vamos tirar, ou subestimamos o pouquinho que vamos adicionar.
Veja o caso da Petrobras, uma das maiores empresas do mundo não poderia, na cabeça dos golpistas, quebrar retirando-se poucos “milhões” de cada vez…
Uma artéria entupida, não surge da noite para o dia, são anos e anos comendo só um pouquinho de gordura, “coisapoca” que dá prazer à vida…
Em contrapartida uma corridinha, um caminhar de 30 minutos todos os dias, também “coisapoca”, pode garantir uma poupança de saúde extra por toda vida.

Relacionamentos são assim…
Vai se aguentando um pouquinho disso, daquilo todos os dias e quando vai ver… A falta de carinho, de atenção que existia lá no início, minou e gelou os corações hora antes apaixonados.
A rotina pode manter ou matar qualquer tipo de relacionamento! Inclusive profissionais!
Seu cliente, seu parceiro de negócios espera que aquele atendimento, que aquele brilho nos olhos, que aquele entusiasmo, que aquele pequeno gesto de atenção, seja mantido como rotina em todos os outros encontros… Se assim não for, será como uma torneira gotejante, que vai diminuindo a vontade de fazer negócio com você novamente!

Então preste atenção nos lugares onde você está colocando coisas ruins dia após dia, mesmo em doses minúsculas, com certeza ela podem criar montanhas de problemas…
E também preste atenção de onde está tirando aquele pouquinho, aquela “coisapoca”, que pode ser atenção, carinho, dinheiro, disciplina, tempo… Este pouquinho pode estar cavando sua própria sepultura: real, social, amorosa, profissional e etc.

Feche o que não pode sair!
Coloque o que não pode faltar!

Ricardo Ventura!
De flor em flor…
www.RicardoVentura.com.br